Bar da Dona Onça

Ontem fui almoçar no Bar da Dona Onça, um restaurante que fica no Copan, no centro (SP):

      A dica foi do meu amigo querido, que mora bem pertinho e sempre vai lá “bebericar” rsrs. Fomos à pé, inclusive. 

      O prato que pedi estava excelente: Ravioli integral de batata e cebola caramelizada ao creme de Grana Padano. Adorei! Esqueci de tirar uma foto!

     Minhas amigas pediram de sobremesa churros com doce de leite:

      

       

    Super recomendado!!!

www.bardadonaonca.com.br

Anúncios

Dica de bistrô francês

    No dia do meu aniversário (27/01) meu amor me levou para jantar e quis que eu escolhesse o restaurante. Quis escolher algo novo, diferente e em conta. Acabamos indo no Poivre Restaurant, um bistrô francês fofo fofo na Vila Olímpia:

    Eu pedi um ossobuco acompanhado de risoto de açafrão e meu gordo pediu  filé au poivre, acompanhado de batata recheada com purê e creme de queijo gratinado:

       Embora seja restaurante francês, é super em conta (gasta-se , em média, R$80,00 por pessoa, com entrada, prato principal, couvert e sobremesa) e a comida é deliciosa!

        Vale a pena conhecer.

Poivre. Rua Santa Justina, 48-A, Vila Olímpia, Tel.:(11) 3849-9991

Dica saborosa e saudável: Panforte di Siena

       Essa foi minha sobremesa hoje em casa e gostaria de dividir essa delícia saudável com vocês: Panforte di Siena.

      O panforte é uma deliciosa combinação de amêndoas, mel, especiarias e frutas cítricas, tradicional da cidade toscana de Siena, na Itália.


      Um pouquinho da História do Panforte:     

     Segundo antigos registros, conta-se que foi inventado casualmente por uma noviça do mosteiro de Montecellesi, por volta do ano de 1200. Para aproveitar sobras de frutas secas e amêndoas, ela as cozinhou com mel e especiarias e em seguida assou o primeiro panforte, forrando a base do doce com uma folha de hóstia. Fez do panforte uma iguaria muito apreciada desde o primeiro momento, já no mosteiro, com o aroma que se espalhou.

     Tornou-se a mais típica especialidade de Siena e, com o passar dos séculos houve inúmeras variações à confecção do panforte.

    Novos ingredientes que surgiam chegavam às mãos de confeiteiros talentosos e logo passavam a integrar a receita do panforte como uma nova versão. Foi assim com o chocolate: hoje em dia é possível encontrar pelas “pasticerie” de Siena, o panforte com chocolate.

     A folha de hóstia é tradicional em qualquer variação do panforte, e talvez seja o que mais remonta à sua origem, nos antigos mosteiros da Idade Média.

     A maneira tradicional de saborear o panforte é acompanhado de vinsanto, molhando suas finas fatias diretamente dentro da taça, porém independentemente da forma, versão ou acompanhamento, o panforte é um alimento consagrado ao redor do mundo. É extremamente saudável, adorado por adultos e crianças, ideal para comer a qualquer hora do dia.

Gente, é MUITO bom!!! Não é enjoativo e é saudável!

Bitocas! ;)

Chá verde com gengibre

Que tal fazer um chá que além de fazer bem (há quem diga que chá verde, se tomado na quantidade certa, até emagrece) é delicioso?! Chá verde com gengibre!

Eu faço da seguinte forma:

Pego um pedaço (pequenininho, de uns 3cm) de gengibre, retiro a casca, ralo e coloco pra ferver junto com +ou- 750 ml de água. Ao terminar, adiciono 3 colheres de chá de chá verde (pode ser o normal ou o banchá, que é o verde torrado) e abafo por 5 min. É só coar e servir! Como tem feito muito calor, se preferir frio/gelado, apenas espere esfriar e coloque na geladeira.

Eu costumo tomar sem adoçar, mas vc pode adoçar como quiser! Pode inclusive colocar açúcar mascavo (fica mais interessante que o açúcar refinado) e acrescentar cravo-da-índia, o que conferirá uma leve lembrança de quentão. :) No inverno é ainda mais gostoso.

Em SP vc pode comprar o pacote de chá verde ou banchá (verde torrado) em qq loja que venda alimentos na Liberdade ou em lojas de produtos naturais. Em alguns supermercados tb tem, mas não em todos. No Extra e no Wal-Mart tem!

Cheers!